ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

CHARBEL NEWS

Geral

Banco Central, melhora as projeções de inflação e dólar

22/08/2016 - 22h03

" O pior já passou " é o que a maioria acredita. O julgamento do impeachment , que inicia nesta quinta feira 25, ira consumar um cenário mais positivo para o Brasil , com tendencia de cassação definitiva da presidenta.

Abraço

Charbel Felipe Silva

Focus reduz projeções de inflação e dólar em 2017

No Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira (22/08), pelo Banco Central, foi reduzida a projeção para a inflação em 2017; foi levemente elevada a projeção de crescimento do PIB para 2017; foram mantidas as projeções para a Selic; e foi reduzida a projeção para o dólar em 2017:

 

INFLAÇÃO

 

Após piora nas projeções de inflação na semana passada, as previsões voltam a mostrar um índice menor para o ano que vem. A projeção para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2017 caiu de 5,14% para 5,12%. Quatro semanas atrás, estava em 5,29%. Para 2016, permanece em 7,31%. Um mês antes, estava em 7,21%.

 

PIB

 

Não há alteração nas expectativas para a atividade do País em 2016, que continuam mostrando uma forte recessão. As projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) este ano seguem indicando retração de 3,2%. Há um mês, o mercado previa uma queda de 3,27%. Para 2017, o cenário segue um pouco melhor, com perspectiva de PIB positivo. A previsão para o País é de um crescimento de 1,2% no próximo ano, ligeiramente melhor que o 1,1% de uma semana atrás, mesmo valor projetado há um mês.

 

JUROS

 

Para conter a inflação em 2016 o Banco Central precisará encerrar o ano com uma Selic (a taxa básica de juros da economia) elevada. A mediana do mercado financeiro para a Selic em 2016 permanece em 13,75% ao ano, mesmo patamar da semana anterior, quando o mercado havia elevado sua perspectiva para a taxa básica. Há um mês, estava em 13,25%. Para o fim de 2017, o mercado segue projetando, pela oitava semana consecutiva, uma Selic de 11% ao ano. A Selic média de 2016 permanece em 14,16% ao ano. Para 2017, passa de 11,78% para 11,84%. Há um mês, a mediana das taxas médias projetadas para este e o próximo ano eram de, respectivamente, 14,06% e 11,75%.

 

DÓLAR

 

Há estabilidade nas estimativas para o câmbio deste ano. A cotação da moeda estará em R$ 3,30, no encerramento de 2016, mesma projeção da semana anterior. Um mês atrás, estava em R$ 3,34. O câmbio médio de 2016 passa de R$ 3,45 para R$ 3,43. Um mês antes, estava em R$ 3,47. Para o fim de 2017, a mediana apresenta queda, passando de R$ 3,50 para R$ 3,45 em uma semana. Quatro semanas atrás estava em R$ 3,50. O câmbio médio de 2017 passa de R$ 3,41 para R$ 3,40 no mesmo período. Um mês atrás, estava em R$ 3,46.

 

Fonte: Agência Estado. Adaptado por Carlos Cogo