ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

CHARBEL NEWS

Açucar

Açúcar : postura firme das usinas sustenta os preços

26/09/2017 - 8h13

Mercado de açúcar trabalha firme nos últimos dias, com reajuste de preços pelas usinas.

Abraço

Charbel Felipe Silva

Açúcar: postura firme de usinas sustenta os preços

Em São Paulo, os preços do açúcar cristal negociados no mercado spot têm se mantido na faixa dos R$ 52,00 por saca de 50 Kg desde o início deste mês, sugerindo que o cenário é de estabilidade. O suporte está atrelado à postura das usinas, que não cedem nos valores. De modo geral, a oferta de açúcar tem aumentado, mostrando liquidez crescente no mercado spot de São Paulo desde julho/2017. Apesar da estabilidade, a média do Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar cristal, cor Icumsa entre 130 e 180, nos últimos sete dias, de R$ 52,57 por saca de 50 Kg, está nos mesmos baixos patamares registrados em julho de 2015 (valores deflacionados pelo IGP-DI base agosto/2017). O Indicador CEPEA/ESALQ registra pequena alta de 0,19% nos últimos sete dias, cotado a R$ 52,70 por saca de 50 Kg. No mercado internacional, os preços do açúcar demerara na Bolsa de Nova York registram recuo nos últimos sete dias, com cotação abaixo dos 14,00 centavos de dólar por libra-peso.

 

Essas cotações podem ter sido pressionadas, em parte, pela projeção de elevação do rendimento da beterraba açucareira na União Europeia em 2017. Segundo a Agência de Monitoramento de Safras da União Europeia (Mars), o bloco europeu deve colher, em média, 76,9 toneladas por hectare da matéria-prima, aumento de 2,9% em relação à última previsão, de agosto/2017. Na Tailândia, a produção de açúcar deve aumentar 10% na temporada mundial 2017/2018. Em contrapartida, as usinas da Região Centro-Sul do Brasil podem encerrar as moagens mais cedo, por conta da estiagem. Além disso, a depender do aumento do consumo do etanol no mercado brasileiro e da competitividade desse combustível frente à gasolina, as usinas podem aumentar a produção do etanol em detrimento da do açúcar, diminuindo a disponibilidade do açúcar no mercado internacional.

 

A passagem do furacão Irma nas regiões caribenhas no início de setembro danificou 300 mil hectares de cana-de-açúcar em Cuba, além de avariar 40% das usinas da ilha. Nos últimos sete dias, o açúcar demerara (contrato Outubro/2017) registra queda de 3,92% na Bolsa de Nova York, cotado a 13,98 centavos de dólar por libra-peso. O Indicador de Açúcar Cristal ESALQ/BVMF referente ao produto posto no Porto de Santos ou com custos equivalentes, sem impostos, cor Icumsa máxima de 150, que inclui vendas domésticas e para exportação, registra baixa de 0,11% nos últimos sete dias, cotado a R$ 53,65 por saca de 50 Kg. Em São Paulo, no atacado, o Indicador de Cristal Empacotado apresenta elevação de 6,38% nos últimos sete dias, cotado a R$ 7,29 por saca de 5 Kg. Fonte: Cepea. Adaptado por Carlos Cogo Consultoria Agroeconômica.