ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

CHARBEL NEWS

Açucar

Açúcar : preços ganham mais sustentação no Brasil

06/11/2017 - 22h15

Mercado interno do açúcar inicia a semana em alta. Ajudado pela ótima demanda, por conta dos  baixos estoques do varejo, depois das "inesperadas" e quedas de preços em agosto e setembro. Te convido a acessar a matéria completa clicando aqui.

Abraço!

Charbel Felipe

Açúcar: preços ganham mais sustentação no Brasil

Em São Paulo, a média do Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar cristal, cor Icumsa entre 130 a 180, foi de R$ 54,64 por saca de 50 Kg em outubro/2017, recuperação de 4,25% em relação à média de setembro/2017, que foi de R$ 52,41 por saca de 50 Kg. No acumulado de outubro, o Indicador subiu fortes 9,66%. Com esse aumento, os preços praticados em outubro/2017 voltaram ao patamar de agosto/2017, de R$ 54,42 por saca de 50 Kg. Ainda assim, a média de outubro esteve 44% abaixo da observada em outubro/2016, de R$ 97,93 por saca de 50 Kg, em termos nominais. De acordo com as usinas, os preços praticados em setembro já estavam próximos dos custos de produção, dificultando a venda do açúcar. Desta forma, em outubro, esses players elevaram os valores pedidos e contaram ainda com o aumento da demanda.

 

O volume total de açúcar cristal Icumsa até 180 captado no mês passado, nas negociações no mercado spot, foi maior em relação ao mês anterior. Além disso, chuvas foram registradas no estado de São Paulo no período, interrompendo a colheita e sustentando a alta das cotações. Este movimento continuou sendo observado neste início de novembro e, nos últimos sete dias, o Indicador avançou 3,22%, cotado a R$ 60,25 por saca de 50 Kg. No mercado internacional, os valores do açúcar demerara na Bolsa de Nova York iniciaram a semana  em alta, chegando a 15,00 centavos de dólar por libra-peso. Os aumentos estiveram atrelados ao mix cada vez mais alcooleiro adotado por usinas no Centro-Sul do Brasil. Outro fator que pode ter impulsionado os valores é a mudança na presidência do Federal Reserve (banco central norte-americano).

 

Porém, a expectativa de superávit na produção mundial de açúcar tem limitado o avanço nos preços. Nos últimos sete dias, o contrato Março/2018 do açúcar demerara registra queda de 1,71% na Bolsa de Nova York, cotado a 14,38 centavos de dólar por libra-peso. O Indicador de Açúcar Cristal ESALQ/BVMF, referente ao produto posto no Porto de Santos (SP) ou com custos equivalentes, sem impostos, cor Icumsa máxima de 150, que inclui vendas domésticas e para exportação, registra alta de 3,88% nos últimos sete dias, cotado a R$ 60,24 por saca de 50 Kg . Fonte: Cepea. Adaptado por Carlos Cogo Consultoria e Charbel Felipe