ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

CHARBEL NEWS

Arroz

Estoques iniciais de Arroz crescem nessa safra

14/03/2018 - 9h30

O Brasil produz nessa safra  de arroz 5% menos, oferta e demanda será equilibrada , ajudada pelos leilões e mais exportação.

Charbel Felipe

Estoques iniciais de arroz cresceram nesta safra

A produção brasileira de arroz em 2017/2018 está estimada pela nossa Consultoria em 11,771 milhões de toneladas, 5% abaixo das 12,327 milhões de toneladas colhidas em 2016/2017. A produção estimada para o Brasil em 2017/2018 estará alinhada com a demanda doméstica, estimada em 11,750 milhões de toneladas (base casca). No acumulado dos doze meses do ano-safra 2016/2017, entre março/2017 e fevereiro/2018, as importações brasileiras de arroz apresentaram uma retração de 11%, totalizando 1,040 milhão de toneladas (base casca), contra 1,172 milhão de toneladas (base casca) importadas no ano-safra anterior.

 

Com as exportações de arroz voltando a superar as importações em larga escala em fevereiro/2018, no acumulado dos doze meses do ano-safra 2016/2017, que iniciou em 1º de março de 2017 e se encerrou em 28 de fevereiro de 2018, a situação da balança comercial do setor foi revertida de um déficit para um superávit anual, da ordem de 24,3 mil toneladas (base casca). No acumulado do ano-safra 2016/2017, portanto, o Brasil recuperou o status de exportador líquido de arroz, com exportações de 1,065 milhão de toneladas (base casca) superando o volume importado, de 1,040 milhão de toneladas (base casca). Com isso, os estoques iniciais da safra 2017/2018, em 1º/03/2018, subiram para 1,234 milhão de toneladas, 186% acima das 430 mil toneladas (base casca) em 1º/03/2017.

 

Esse é um dos fatores que explica a pressão baixista sobre os preços pagos aos produtores desde o mês de janeiro, ainda em período típico de entressafra. Com os leilões governamentais de PEP e Pepro que visam subvencionar o escoamento de até 1 milhão de toneladas em curso, a queda de preços foi interrompida. Por outro lado, os preços ainda não mostram fôlego para uma reação. No Rio Grande do Sul, a média ponderada do arroz em casca com média de 58% de grãos inteiros é de R$ 35,07 por saco de 50 Kg, acumulando uma ligeira alta de 0,4% nos últimos sete dias, mas com uma baixa de 0,6% em trinta dias. Os preços acumulam uma baixa (em termos nominais) de 19,0% nos últimos 12 meses – considerando a inflação acumulada nos últimos 12 meses, a queda real é de 22,7% neste período.

 

Fonte: Carlos Cogo Consultoria Agroeconômica.