ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

CHARBEL NEWS

Açucar

Preços Esalq do açúcar em alta nesse inicio de safra

02/05/2018 - 8h51

A cotação Esalq do açúcar esteve em alta em abril. Mas o empacotado se mantém estável, há mais de 30 dias, pressionada  por grande oferta das redes supermercadista . Charbel Felipe Silva 

Preços Esalq do açucar em alta nesse inicio de safra 

Em São Paulo, o preço médio do açúcar cristal no mercado spot subiu no primeiro mês oficial da safra 2018/2019. A média de abril/2018 do Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar cristal, cor Icumsa de 130 até 180, foi de R$ 54,88 por saca de 50 Kg, 7% superior à média de março/2018 (R$ 51,32 por saca de 50 Kg). O suporte para os preços veio da conduta das usinas do estado de São Paulo, que direcionam maior quantidade da cana-de-açúcar para a produção do etanol em detrimento do açúcar. Segundo dados da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), na primeira quinzena de abril, o estado de São Paulo moeu 13,255 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, volume 25,23% superior ao igual período do ano passado. Desse total, 64,53% da cana-de-açúcar foi usada para produção de etanol e 35,47%, para açúcar. Assim, a produção do açúcar em São Paulo foi 5,1% inferior à da mesma quinzena da safra anterior. Nos últimos sete dias, especificamente, algumas usinas estão vendendo o açúcar cristal Icumsa 180 a preços mais baixos, visando liquidar os lotes restantes da safra anterior.

 

Somente para os tipos de melhor qualidade, cristal Icumsa 150, as usinas mantêm os valores mais firmes. Na Bolsa de Nova York, os valores do açúcar demerara registram recuo, chegando à casa dos 10,00 centavos de dólar por libra-peso, patamar que não era verificado desde setembro de 2015. O principal motivo que pressiona as cotações segue sendo o superávit na oferta mundial de açúcar e aumento to do dólar no Brasil , que leva a queda para adequar o valor.A Índia poderá alcançar produção de açúcar de 31 milhões de toneladas e a Tailândia, de 15 milhões de toneladas, ambos na atual temporada mundial 2017/2018. Um outro dado que pode estar influenciando as quedas nos preços internacionais é a diminuição das importações de açúcar por parte da China. De acordo com o Departamento de Alfandega da China, o volume importado foi de 434,89 mil toneladas no primeiro trimestre de 2018, significativa queda de 51% em relação ao mesmo período do ano anterior.

 

Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as exportações brasileiras de açúcar para a China nos três primeiros meses de 2018 somaram 2,146 mil toneladas, correspondendo a apenas 0,49% das importações do país asiático. Cenário bem diferente do verificado no primeiro trimestre de 2017, quando o Brasil exportou 220,56 mil toneladas de açúcar para a China. De janeiro/2018 a março/2018, o principal destino do açúcar brasileiro foi a Argélia, somando 496,94 mil toneladas. Nos últimos sete dias, a cotação do açúcar demerara (contrato Maio/2018) registra queda de 3,61% na Bolsa de Nova York, cotado a 11,22 centavos de dólar por libra-peso. Em São Paulo, no atacado, o Indicador de Cristal Empacotado está cotado a R$ 6,21 por saca de 5 Kg, alta de 1,07% nos últimos sete dias.  Fonte: Cepea. Adaptado por Carlos Cogo Consultoria re Charbel Felipe Silva