ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

CHARBEL NEWS

Açucar

Baixa na cotação Esalq com avanço da colheita

16/05/2018 - 8h38

A alta do dólar essa semana e da bolsa de NY, firmaram os preços do açúcar .Fato muito positivo para um mercado que vem deprimido há meses.Charbel Felipe Silva 

Baixa na cotação Esalq com avanço da colheita 

Apesar do mix de produção indicar que a safra 2018/2019 será mais alcooleira, o clima seco tem acelerado a colheita da cana-de-açúcar nas lavouras do estado de São Paulo e, consequentemente, elevado a produção do açúcar. Esse cenário, atrelado à baixa demanda de compradores, fez com que os preços do cristal voltassem a cair. O Indicador do Cristal CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 até 180, registra recuo de 4.5% nos últimos sete dias, cotado a R$ 53,15 por saca de 50 Kg. Segundo a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), em abril, usinas do estado de São Paulo moeram 36,841 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, volume 44,71% superior ao do mesmo período da temporada anterior. A produção de açúcar totalizou 1,577 milhão de toneladas, 22,37% maior que a de abril/2017. 

 

O mix de produção determinou o direcionamento de 39,31% da cana-de-açúcar à produção do açúcar e 60,69%, ao etanol. Outro fator que influenciou o recuo dos preços domésticos do açúcar cristal foi o comportamento dos valores do demerara na Bolsa de Nova York, que estão em movimento de queda desde março/2018. No geral, elevações nos preços externos têm sido pontuais, relacionadas a uma correção técnica ou algum movimento de compra por parte das tradings. Vale lembrar que o cenário externo é baixista, acarretado pela ampla produção de açúcar em vários países. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a produção na Índia poderá alcançar 32,45 milhões de toneladas na temporada 2017/2018.

 

O aumento da área plantada de beterraba na União Europeia, somado ao bom regime climático no continente, indica que a produção de açúcar deverá atingir 19,7 milhões de toneladas na safra 2017/2018, aumento de 25,8% em relação à temporada anterior (2016/2017). Nos últimos sete dias, a cotação do açúcar demerara (contrato Julho/2018) registra queda de 2,52% na Bolsa de Nova York, a 11,22 centavos de dólar por libra-peso. Em São Paulo, no atacado, o Indicador de Cristal Empacotado está cotado a R$ 6,26 por saca de 5 Kg, queda de 0,54% nos últimos sete dias. Fonte: Cepea. Adaptado por Carlos Cogo Consultoria e Charbel Felipe Silva