ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

33 99977-1002

CHARBEL NEWS

Açucar

Preços do açúcar continuam muito firmes

12/06/2018 - 9h52

Os preços do açúcar continuam muito firmes, o varejo foi surpreendido com baixos estoques, a reposição esta lenta pelo represamento no carregamento gerado pela greve. Charbel Felipe Silva.

Açúcar: preços em alta com a melhora na liquidez

Em São Paulo, a movimentação no mercado spot do açúcar está maior. Compradores buscam adquirir novos lotes de açúcar e, do lado vendedor, a oferta tem sido suficiente para atender à demanda. No geral, os preços diários têm oscilado, sem definição de tendência, mas acumulam alta nos últimos sete dias. O Indicador CEPEA/ESALQ (cor Icumsa de 130 até 180) registra avanço de 4% nos últimos sete dias, cotado a R$ 58.44 por saca de 50 Kg. As oscilações nos valores externos do demerara também parecem influenciar a movimentação no mercado doméstico. Além disso, as variações do dólar geraram incertezas quanto à tendência dos preços internos do cristal. Na quinta-feira (07/06), o câmbio atingiu R$ 3,92, o maior patamar desde março/2016.

 Na Bolsa de Nova York, o contrato Julho/2018 do demerara esta cotado hoje 12/06 a R$ 12.44 depois das altas impulsionadas pela paralisação dos caminhoneiros no Brasil. Além disso, incertezas quanto à continuidade da política de preços da Petrobras podem ter pressionado os valores. Vale lembrar que a política, se seguida, confere previsibilidade aos preços dos combustíveis no País, que variavam com as cotações do petróleo e do câmbio. Com a sinalização de uma política protecionista de preços controlados, teme-se que o etanol perca competitividade no mercado de combustíveis, revertendo, ainda que parcialmente, a perspectiva de safra mais alcooleira para a temporada 2018/2019 na Região Centro-Sul do Brasil.

 

A expectativa de retração no volume produzido de açúcar, que prevaleceu no início da safra, consolidou-se como fator de sustentação de preços no mercado mundial. No entanto, a forte apreciação do dólar frente ao Real vem pressionando os valores do açúcar, uma vez que estimula as exportações.  Em São Paulo, no atacado, o Indicador de Cristal Empacotado está cotado a R$ 6,92 por saca de 5 Kg, alta de 5,65% nos últimos sete dias. Fonte: Cepea. Adaptado por Cogo Inteligência em Agronegócio e Charbel Felipe