ESPECIALISTA EM COMMODITIES
DESDE 1989

Atendimento

33 3331 1000

33 99977-1002

CHARBEL NEWS

Arroz

Os preços do arroz em casca continuam em alta

04/10/2018 - 11h06

Os preços do arroz em casca continuam em alta, menor estoque de passagem (saldo em 28/02/2019), disponível para apenas 10 dias de consumo e forte crescimento das exportações em 2018 + 91%. Charbel Felipe Silva 

Exportações de arroz têm forte alta em setembro

As exportações brasileiras de arroz (base casca) em setembro/2018, o sétimo mês do ano-safra 2017/2018, que iniciou em 1º de março de 2018 e se encerra em 28 de fevereiro de 2019, atingiram 160.925 toneladas (base casca), 47% acima do registrado no mesmo mês do ano anterior (setembro/2017). Em relação ao mês anterior (agosto/2018), as exportações cresceram 67%. As exportações de setembro/2018 ficaram 81% acima da média mensal de embarques no ano-safra anterior (2016/2017), que foi de 88.777 toneladas (base casca).

 

Os destaques do mês de setembro foram as expressivas exportações de 57,7 mil toneladas de arroz em casca para a Venezuela e de outras 20,3 mil toneladas de arroz em casca para a Costa Rica. As exportações totais de arroz em casca em setembro atingiram 85,8 mil toneladas. Em setembro, os embarques de arroz em casca responderam por 53,4% do total. As exportações de produto beneficiado responderam por 16,4% das vendas externas e as de quebrados de arroz, por 30,2% do total embarcado em setembro.

 

No acumulado deste ano-safra 2017/2018, entre março e setembro de 2018, as exportações brasileiras de arroz registram uma forte expansão de 91%, totalizando 929.801 toneladas (base casca), contra 487.522 toneladas (base casca) exportadas no mesmo período do ano-safra anterior (2016/2017). Com esse resultado, o Brasil fecha os sete primeiros meses deste ano-safra 2017/2018 com expressivo superávit de 450 mil toneladas base casca na balança comercial do setor. Fonte dos dados: Secex. Elaboração: Cogo Inteligência em Agronegócio.

Indicador do Arroz em Casca deve seguir em alta

Em setembro, o Indicador do Arroz em Casca ESALQ/SENAR-RS, para o produto com média de 58% de grãos inteiros subiu 1,5%, fechando o mês a R$ 45,75 por saco de 50 Kg. Nesta primeira semana de outubro, o Indicador segue em alta e atinge R$ 45,84 por saco de 50 Kg. De modo geral, as indústrias estiveram voltadas a novas compras de casca para repor seus estoques, ora ofertando apenas valores para o arroz depositado ora também para o arroz livre.

 

Parte dos orizicultores, por sua vez, seguiu recuada, na expectativa de novos aumentos de preços nas próximas semanas e da procura de lotes para exportação. Além disso, os orizicultores estão voltados às atividades de plantio da safra 2018/2019. Porém, as frequentes chuvas registradas na última semana de setembro paralisaram o plantio, além de terem trazido preocupação quanto à possibilidade de replantio de algumas áreas. Fonte: Cepea. Adaptado por Cogo Inteligência em Agronegócio.